Como assumi que era gay – O testemunho do António

Hoje na comunidade Homens.pt apresentamos-lhe o testemunho do António com o tema “Como assumi que era gay ”.

Todos nós sabemos que nem sempre é simples dar este passo em frente, e por isso este testemunho pode ser uma ajuda para quem quer revelar a sua orientação sexual.

Conheça-o de seguida. Frisamos apenas que o nome e localização foram propositadamente alterados de forma a garantir a privacidade dos intervenientes.

Como assumi que era gay – Não foi nada simples

“Boa tarde a todos, o meu nome é António, tenho 24 anos, e há cerca de 4 anos assumi que era gay perante a minha família e amigos.

A verdade é que sempre fui um rapaz tímido que se dava melhor com raparigas do que com rapazes. Gostava de passear e sentia-me confortável junto das raparigas, contudo, nenhuma delas me despertava sensações.

Ainda cheguei a ter uma ou duas namoras, contudo, percebi facilmente porque é que me sentia tão bem perto delas… era porque eu próprio era gay, por isso, considerava-me uma delas e podia ser eu mesmo, quando estávamos juntos.

Claro que depois de “descobrir” esta questão, tive de pensar como é que iria contar aos meus pais que, apesar de tudo, são super conservadores.

Quando resolvi que era a altura certa, fui o mais sincero possível, disse-lhes que era gay e que sim, que gostava mesmo de homens e que já tinha tido uma ou duas namoradas e sinceramente as mulheres não me atraiam.

Claro que para uns pais que sonhavam ser avós, e ver o seu filho esperar no altar por uma mulher linda e vestida de noiva, foi um choque tremendo.

Contudo, pensava que iriam ter uma reação negativa e que iriam recriminar e tudo o mais que por vezes se vê na internet. Mas não, os meus pais souberam como aceitar, principalmente porque alguns meses antes de lhes contar já tinha andado a sondar o terreno de forma simples e sem entrar em grandes detalhes.

Embora a forma como assumi que era gay tenha sido bastante simples (comparativamente com outras pessoas), resolvi partilhar convosco o meu testemunho, pois espero que o mesmo inspire outros rapazes que tal como eu, têm de se assumir perante a sociedade.

Hoje em dia, tenho um namorado há cerca de 1 ano, ele já esteve cá em casa comigo e os meus pais adoram-no. Isso só quer dizer que se as coisas forem bem feitas não existe nada que não se consiga ultrapassar enquanto família.

Espero sinceramente que quando for a vossa vez de contar a todos que são gays, que seja tão simples como foi comigo.”

Este foi o testemunho do António sobre o tema “Como assumi que era gay ” e esperamos que o mesmo vos ajude a superar os medos e avançar com esta decisão de contar a todos a vossa orientação sexual.

Deixe uma Resposta